MENU
A ESCOLA      CARNAVAL 2016      NOTÍCIAS      HISTÓRIA      ARTIGOS      VIDEOS      FOTOS      CONTATO
história da escola      personagens históricos      presidentes      desfiles      enredos e classificações      sambas      premiações
       


Pelado
(Jorge Alves de Oliveira)
1921 - 1980

Compositor.

Nascido na Mangueira, o pai, José Alves de Oliveira, foi um dos fundadores da Escola de Samba Unidos da Mangueira e também ficou conhecido como Zé das Pastorinhas, por dirigir um grupo de pastoras pertencentes ao morro.

Foi criado com outro grande compositor da Mangueira, Geraldo Pereira, que foi um dos sambistas míticos dos anos 40/50.

Trabalhou como colchoeiro.

Com o compositor Comprido fez "Estamos aí", seu maior sucesso. Dentre seus parceiros também constaram Cícero e Hélio Turco, ambos pertencentes à Ala dos Compositores da Mangueira.

Teve vários sambas-enredos que ganharam carnavais pela Escola Mangueira, entre eles "História de um Preto-Velho" (c/ Comprido e Hélio Turco) que classificou a escola em 3º lugar do Grupo 1 no ano de 1964.

Em 1977, Leci Brandão, no disco "Coisas do meu pessoal", interpretou "História de um preto-velho".

No ano 2000, o Arquivo - Geral da Cidade do Rio de Janeiro produziu um CD duplo "Mangueira - sambas de terreiro e outros sambas", projeto da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, através da Secretaria Municipal de Cultura e idealizado por Lélia Coelho Frota, Diretora do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro. Neste disco, em homenagem aos compositores da Mangueira, foi incluída sua composição "Estamos aí".

FONTE: Dicionário Cravo Albim da música popular brasileira
http://www.dicionariompb.com.br/pelado
REDES SOCIAIS

                                                  
LINKS PARCEIROS


© 2012 - Todos os direitos reservados ao proprietário do site |-|-|-| Sobre