MENU
A ESCOLA      CARNAVAL 2016      NOTÍCIAS      HISTÓRIA      ARTIGOS      VIDEOS      FOTOS     
       

SAMBAS-ENREDO DA
ESTAÇÃO PRIMEIRA DE MANGUEIRA

1958

"CANÇÃO DO EXÍLIO"

(Compositores: Comprido, Leléo e Zagaia)

Clássico da nossa poesia
É a "Canção do exílio"
De Gonçalves Dias
Poema de sublime inspiração
De amor e ternura
Na sua confecção
É lamento
De um coração soturno
De um poeta taciturno
Que em versos escreveu
Todo o drama Do arfante peito seu

Esse poema nasceu
Da saudade do seu Brasil distante
Com suas campinas verdejantes
De suas flores multicores
Suas estrelas Ornamentando o vasto céu
Como sofria o saudoso menestrel
És uma estrofe
De saudade e amor
Na qual suplicava ao "Senhor"

Não pennita Deus
Que eu morra
Sem que volte para lá
Sem que reveja as palmeiras
Onde canta o sabiá


REDES SOCIAIS

                                                  
LINKS PARCEIROS


© 2012 - Todos os direitos reservados ao proprietário do site |-|-|-| Sobre