Meu Malvado Favorito é um filme de animação que tem conquistado milhões de fãs em todo o mundo. Os personagens são tão carismáticos que eles acabam se tornando próximos, como se fossem da nossa própria família. E uma das coisas que mais nos encanta no filme são as frases que eles falam. Algumas são divertidas e engraçadas, outras são emocionantes e inspiradoras. Neste artigo, nós vamos conhecer algumas das frases mais incríveis do Meu Malvado Favorito que nos cativaram.

1. Não sou malvado, só tenho uma imagem ruim

Esta frase foi dita pelo personagem principal, Gru, um vilão que deseja cometer um grande crime para provar seu valor. Ele é considerado um homem malvado, mas ele garante que apenas carrega uma imagem ruim. Gru é um personagem que amadurece e se redime no filme, e essa frase representa sua transformação.

2. O mundo inteiro tem uma dívida com a mãe de alguém

Essa frase é dita pela personagem Agnes, uma menina fofa que é adotada por Gru. Ela é tão doce e inocente que acaba nos emocionando facilmente. Ela diz isso quando o Gru pergunta o que ela gostaria de fazer com todas as coisas que ele roubou. Essa frase é uma bela reflexão sobre o amor materno, que não conhece fronteiras.

3. O poder da dança não pode ser ignorado

Essa é uma frase que cai como uma luva para um dos grandes momentos do filme. Gru quer roubar a lua porque acredita que esse é o maior crime que alguém pode cometer. Mas, para isso, ele precisa de uma dançarina para distrair a segurança. É aí que surge a personagem Margo, a irmã mais velha de Agnes, que dança suas coreografias incríveis durante o assalto. Essa frase representa a força da dança para nos conectar e emocionar.

4. Eu odeio garotas que choram

Essa é uma frase engraçada dita pelo Minion que, como todos sabem, são os ajudantes fiéis do Gru. É uma frase que mostra que os Minions são personagens malucos e inesperados, que sempre contribuem para as cenas mais engraçadas do filme.

5. Não jogue coisas no chão. O chão não é uma gaveta

Essa é uma frase dita pela mãe adotiva de Gru, que é uma personagem divertida e sincera. Ela fala isso quando vê o Gru jogando um pedaço de papel no chão. Essa frase é uma reflexão sobre a importância de cuidar do nosso espaço e das coisas que temos.

Conclusão